segunda-feira, 31 de maio de 2010

Enquanto Nos Vamos


(Esculturas de Ricardo Kersting)



Seremos almas revigoradas
Nas areias do deserto
Histórias vivas
A voltar atras no tempo
Queda abrupta em terrenos áridos
Novos vultos a preencher
Os espaços anémicos
Que se medem nas distâncias
Entre o ser e o não ser

Há um novo mundo
E uma vida a desfalecer
Enquanto mirram as flores
E deixam um momento em branco
Alimentado por um fio de luz
Enquanto nos vamos

2 comentários:

  1. enquanto nos vamos e dançamos!

    Bom Ano, Amiga!

    E beijinhos
    Jorge

    ResponderEliminar
  2. Jorge e dançamos, sim.
    Gosto de te saber perto
    beijo e tudo de bom

    ResponderEliminar